Paramore e sua obra-prima: “After Laughter”

Parece que essa onda 80’s voltou com tudo! Vários outros artistas e bandas estão apostando no “estilo”, o que é algo bom e inteligente já que (na minha humilde opinião) os anos 80 foram o auge da música boa mundial! Mas de todas as bandas que entraram para a moda dos anos 80, Paramore foi uma das poucas que conseguiu entrar de cabeça e criar algo bom e original.

Seu novo álbum “After Laughter” é totalmente diferente de qualquer outro trabalho que a banda já produziu, saindo da área “Punk rock/Punk pop” para tentar um Rock Alternativo, com uma pegada de New Wave e com um pouco de música popular.

Imagem relacionada

A banda ficou bem uns quatro anos sem lançar nada, mas agora com uma nova formação, finalmente publicou seu novo álbum dia 12/05/2017. O disco conta com 12 faixas e sua sonoridade é bem eclética. Algo que você encontrará várias vezes no álbum, são letras com um duplo sentido sentimental. Por mais que o ritmo da música seja alegre e altamente dançante, as letras geralmente estarão falando sobre algo triste, ou sobre coisas e perrengues da vida. Como é o caso da primeira faixa “Hard Times“, que fala um pouco sobre como superar os tempos difíceis que somos obrigados a passar, e como podemos aprender com eles.
Paramore afterlaughter

Se eu pudesse descrever a sonoridade do disco usando outras bandas como exemplo, eu diria que “After Laughter” é uma mistura de U2 com Charli XCX, mas seria muito pouco para a obra-prima que Paramore criou.

Hayley disse em uma entrevista que o nome do álbum, que em português seria algo como “Depois do Riso“, traduz aquele sentimento que sentimos quando estamos rindo bastante, mas paramos de rir pois algo nos fez voltar a realidade.

Quando ouvi o disco pela primeira vez, achei bom, não espetacular, mas conforme fui ouvindo faixa por faixa e lendo suas composições, cheguei a conclusão de que é um álbum inteligente. O disco é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores trabalhos que a banda já fez.

Minhas faixas favoritas até o momento são: Rose-Colored Boy, que tem uma super pegada anos 80, que fez com que eu me apaixonasse pela música na hora! A letra descreve um casal, onde há o “garoto cor de rosa” que é bem humorado e quer fazer com que sua companheira sorria, mas ela simplesmente não vê tanta graça na vida. Me identifiquei bastante.

Told You So, que fala sobre quando há alguém que adora apontar seus defeitos e dizer “eu te avisei”, mesmo que você odeie apontar os defeitos alheios.

Hard Times, que eu enjoei um pouco, mas acho que a música possui uma composição muito inteligente.

 Fake Happy, que me lembra bastante a sonoridade de seu álbum auto-intitulado. Sua letra fala sobre como somos bons em fingir que somos felizes, mas depois temos que nos “rastejar” de volta para o nosso sentimento real.

Em geral eu amei todas as faixas, achei incrível como a banda amadureceu tanto, criando uma obra de arte tão original quanto eles próprios. A proposta de trazer temas do cotidiano e a realidade nua e crua, foi realmente muito inteligente e muito bem aplicada no disco. Talvez o álbum não agrade os fãs de “RIOT!“, mas tenho certeza que agradará os fãs de Paramore.

E sim, ouso dizer que é um dos melhores álbuns da década!

 WE ARE PARAMORE!

Ouça na íntegra:

Compre no iTunes

Google Play Music

Link

Anúncios

4 pensamentos sobre “Paramore e sua obra-prima: “After Laughter”

  1. Pingback: Paramore – Discografia | Saga Das Músicas

  2. Pingback: Katy Perry – Act My Age (Witness – Targed Exclusive) | Saga Das Músicas

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s