Minhas leituras de 2016

  Infelizmente eu vim conhecer os prazeres da leitura muito tarde, pois foi com 16 anos que comprei o meu primeiro livro. Mas como já dizia aquele velho ditado: “antes tarde do que nunca”. Óbvio que eu já havia lido alguns outros livros, mas sempre obrigado pela escola ou um livro por ano.

Em 2016 eu resolvi que algo precisava mudar, foi quando eu comprei meu primeiro livro: “A Outra Vida“.

A Outra Vida

  Foi um livro muito gostoso de ler. Conta a história da cidade de L.A no futuro, onde uma doença dominou uma parte do planeta e transformou os humanos em monstros. Há apenas uma família que sobrevive, eles são obrigados a sair para procurar comida quando acabam sendo surpreendidos por um desses monstros. Super recomendo, ali em cima tem o link para a resenha, e eu já resenhei em vídeo também.

Eu li alguns livros da saga ‘Harry Potter” também.

Resultado de imagem para harry potter livros

  Infelizmente ainda não terminei a saga desse bruxinho tão adorado ;-; mas estou perto da reta final. Eu li “A Pedra Filosofal” em 2015, então ele não entra nessa lista. Em 2016 eu li os livros “A Câmara Secreta“, “O Prisioneiro de Askaban” & “O Cálice de Fogo“. Eu não li nenhum deles na ordem (a não ser o 2º e o 3º livro, que eu li um atrás do outro), acabei colocando outras leituras no meio. Recentemente comecei a ler o 5º livro da série, ainda não tive tempo de terminar, mas eu estou simplesmente amando! A história só melhora a cada livro.

A melhor trilogia (e única) que eu li foi “O Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares“.

Resultado de imagem para orfanato da srta peregrine livros

  Nem tenho palavras para descrever o quanto eu amei essa história escrita por Ransom Riggs. Eu amei tanto esses livros que até os comprei!

  A trilogia conta a história de um orfanato que está localizado dentro de uma fenda temporal, e nele são abrigadas crianças com poderes peculiares. O livro conversa diretamente com o nazismo, já que a fenda está presa no ano de 1940. Os peculiares são uma representação dos Judeus, e o monstros presentes na trama representam os nazistas.

  Recomendo muito que vocês leiam, aqui no blog também tem uma opinião minha sobre a adaptação cinematográfica.

O livro mais difícil que eu enfrentei foi o “Admirável Mundo Novo“.  Admirável mundo novo

  Antes de eu ler o livro, eu assisti à algumas resenhas que explicavam sua história. Assim, quando comecei a ler ficou mais fácil de compreender algumas coisas.

  O livro conta a história de um mundo distópico, aonde os seres humanos são gerados em fábricas e divididos em castas, cada uma com uma função diferente.

 Eu achei o livro bem complexo, muito filosófico em algumas partes, mas principalmente, muito rico e muito bom! eu super recomendo esse livro, principalmente se você gosta de distopias.

O romance mais fofo que eu li foi o ‘Cidades de Papel

cidades-de-papel

  Eu estava meio sem vontade de ler o livro, pois fui assistir à adaptação (muito mal feita) que fizeram do livro, e me decepcionei muito com a história. Acho que só comecei a ler mesmo porquê eu estava sem nada melhor para fazer. Foi ai que eu me surpreendi em como os livros são diferentes das adaptações!

  O romance conta a história de Quentin, um jovem apaixonado por sua vizinha, Margo, que é uma garota muito diferente e estranha. Margo gosta de desaparecer de vez em quando e sair mundo a fora em aventuras. Em um esses seus sumiços, ela simplesmente não volta mais, porém, deixa várias pistas para Quentin saber onde ela está, dando início ao seu resgate.

  O livro é simplesmente maravilhoso, tem toda uma filosofia sobre a Margo, e sobre o Quentin estar crescendo e amadurecendo enquanto procura por ela. É muito lindo.

 Um livro muito reflexivo que eu li foi “As Vantagens de Ser Invisível

  Eu terminei de lê-lo dia 31/12, porque eu queria termina-lo antes de 2017 para poder atingir a meta de leitura do Skoob. Não foi nenhum sacrifício já que o livro é muito bom!

  O romance é constituído por uma série de cartas escritas por um garoto chamado “Charlie“, que as endereça para uma pessoa sem nome, o que da a entender que as cartas são para o leitor. O conteúdo dessas cartas é bem pessoal, nelas, Charlie conta algumas de suas histórias, experiências vividas por ele, por seus amigos, familiares, etc.

  O livro aborta temas como estupro, depressão, homossexualidade, primeiro amor, entre outros temas muito importantes. Super recomendo, o livro e a adaptação.

  Um livro muito fofo que eu comprei e li, foi “O Pequeno Príncipe

Nenhum texto alternativo automático disponível.

  Um livro essencial para qualquer leitor, qualquer jovem, criança, adulto, pessoa.

  Conta a história de um homem que pousou seu avião no deserto em uma emergência, lá ele encontra um jovem rapaz que se apresenta como “O pequeno Príncipe”. Os dois passam a ficar juntos nesse deserto, conversando e fazendo companhia, um para o outro, enquanto trocam experiências de vida. O jovem rapaz conta as histórias de seu pequeno planeta e de suas viagens. Suas histórias nada mais são do que metáforas sobre a vida.

  Eu recomendo horrores esse livro, dizem que dependendo do momento em que você lê o livro, ele passa mensagens diferentes.

  Outro livro bastante interessante que eu li, foi “paranóia: A Síndrome do medo

Resultado de imagem para paranoia a sindrome do medo

  Peguei esse livro emprestado da minha professora de leitura. Ele conta a história de uma cidade onde foram feitos estudos sobre mutação humana. Esses estudos e experimentos dão errado e resultam em coisas sérias. Não posso falar muito sobre o livro, pois ele é um suspense/mistério bem interessante. Recomendo bastante.

  E por ultimo, o primeiro livro que li em 2016: “Eles Não Usam Black-Tie

Resultado de imagem para eles não usam bleque tie livro

  Eu ganhei esse livro da mesma professora que me emprestou o anterior. Eu fiz um projeto de rádio novela usando ele como base. O livro é escrito em forma de roteiro teatral, tendo sempre falas e personagens na cena. É bem chatinho, mas pelo menos me incentivou a ler.

-//-

  Esses foram os livros que eu li em 206, espero que algum deles tenha te interessado, pois são todos muito bons. Obrigado por ler. Me siga no Skoob: https://www.skoob.com.br/usuario/3582204

Anúncios

4 pensamentos sobre “Minhas leituras de 2016

  1. O Pequeno Príncipe foi o primeiro livro sério que eu li e amei, era meu livro favorito até o Férias! da Marian Keyes.
    Queria ler essa trilogia, mas sei lá, dinheiro tá curto e quero comprar mais livros da Marian Keyes…
    Super indico Férias!, é um romance ótimo, bem divertido também, te prende do começo ao fim!

    Curtido por 1 pessoa

  2. eu não curti Cidades de Papel, e foi aí q finalmente me desiludi do John Green, porém indico um cara que escreveu com ele, David Levithan; até agora li dois dele: Dois Garotos Se Beijando (4 histórias contemporâneas sendo narradas pelo “fantasma” da geração dos gays passada, que enfrentou AIDS e tals), Garoto Encontra Garoto (tipo uma escola super liberal, tem até drag queen de rainha do baile) e uma parceria dele chamada O Caderninho de Desafios de Dash e Lily – recomendo ler embaixo das cobertas tomando chocolate quente, pq a história se passa no Natal). Se busca uma coisa mais sofrida recomendo o Menino de Ouro , que conta a História de Max, um garoto de 14 anos estrela do futebol, crush das meninas, mas ele tem um segredo: ele é intersexual, e tem um acontecimento nos primeiros 10% do livro que explica pq toda a situação dele piora. Como distopia e fantasia, respectivamente, li a continuação de 2 sagas: Desintegrados da série Fragmentados (link do booktrailer: https://www.youtube.com/watch?v=esNxJ3cm3mw), e A Prisão do Rei da saga da Rainha Vermelha. Li tbm Projeto Rosie ,que um cientista de 40 anos começa pra encontrar a esposa ideal, o problema é q ele é um Sheldon do TBBT, então cabeça o tempo todo analitica e situações engraçadas. E por fim , sempre indico Raphael Montes como suspense/ Thriller psicológico; não gostei mto do último livro, mas indico TODOS os outros dele, são fantasticos. No momento to lendo Eu, Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída… relato de uma garota alemã q se prostitui para usar heroína nos anos1970. Esses são meus livros de 2017, os do ano passado eu não me lembro por enquanto pra falar.

    Curtido por 1 pessoa

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s