O Lar das Crianças Peculiares – Crítica

  Boa tarde telespectadores, recentemente eu fui no cinema assistir o mais novo filme de fantasia e ficção dirigido pelo Tim Burton que é O diretor! O filme no caso é O Lar Das Crianças Peculiares, baseado no livro Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares.

  No dia em que fui ver o filme, dentro do ônibus uma moça muito simpática entrou pedindo ajuda financeira para um grupo de apoio às crianças com câncer, ela estava vestida de palhaça e eu achei muito bonito a atitude dela de pedir ajuda para tal causa. Eu não dei muito, pois eu não ia sair de casa para nada já que eu estava a caminho do shopping, então dei uma pequena quantia, e quando eu fui comprar os ingressos faltava justamente essa quantia para completar o valor, então dei meia volta, comprei um cd da Cassia Eller, tomei chuva e vi o filme por um site pirata mesmo.

Resultado de imagem

  Entenda um pouco da história: Após a estranha morte de seu avô (Terence Stamp), o jovem Jake (Asa Butterfield) parte com seu pai para o País de Gales. Lá ele pretende encontrar a srta. Peregrine (Eva Green), atendendo ao último pedido do avô, que lhe disse que “ela contará tudo”. Só que, ao chegar, descobre que o local onde ela viveria é uma mansão em ruínas, que foi atingida por um míssil durante a Segunda Guerra Mundial. Ao investigar a área, Jake descobre que lá há uma fenda temporal, onde a srta. Peregrine vive e protege várias crianças dotadas de poderes especiais.

A princípio quando eu vi o trailer do filme, eu já sabia que o diretor ia mudar algumas coisas (coisas que nem precisavam de mudança), mas em momento nenhum veio em minha mente que o Tim Burton iria re-escrever a história, e foi exatamente o que ele fez.

  Além de dar características diferentes aos personagens (o que é algo que realmente não precisava, já que no livro tem fotos que indicam como eles são), Tim Burton também mudou a idade deles. Os personagens Enoch, Olive, Emma e a própria Alma Peregrine são completamente diferentes das descrições do livro.

  Além de mudar (se motivo nenhum) uma das protagonistas, ele também mudou completamente o desfecho da história, pois, para quem não sabe o livro “Orfanato da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares” faz parte de uma série de três livros, mas o final do filme deu a entender que a história tem o seu fim ali.

Resultado de imagem para o lar das crianças peculiares

  No livro não acontece quase nada do que aconteceu da metade do filme para o final, e provavelmente não haverá nenhuma futura continuação cinematográfica desta obra, pois não tem como adaptar a história do segundo e terceiro livro com as mudanças de personagens aqui, mortes desnecessárias ali… E um final que – por mais legal que tenha sido – não faz sentido.

  Mas o filme não é horrível, ele é sim muito legal e com uma linda direção de arte e fotografia. A história continua sendo envolvente e o roteiro é até que bem escrito e um tanto engraçado em algumas partes. O filme na verdade explora bem mais as peculiaridades das crianças do que o próprio livro, explora também a viagem no tempo que é explicada no primeiro livro, mas não muito a fundo.

Resultado de imagem para o lar das crianças peculiares

 Essa adaptação é boa, mas perdeu completamente a essência da história, que aborda temas como nazismo, guerras e preconceito. Teria sido bem melhor se o diretor seguisse o que está no livro, ao invés de criar algo que não faz sentido nenhum. A história dos livros é 1 milhão de vezes melhor, e não que eu queria ser chato e falar “eu já li os livros”, mas o filme passa muito longe do que está no papel.

Eu recomendo o filme para quem ainda não leu o livro, e quem já viu o filme eu recomendo que leia o livro para ter uma experiência melhor e mais interessante.

Anúncios

10 pensamentos sobre “O Lar das Crianças Peculiares – Crítica

  1. Eu particularmente nn li o livro, mas adorei o filme. Acho que “tentaram”, vamos dizer assim, enfiar a história dos três livros dentro de um filme só, o que pode nn ter feito muito sentido. Parabéns pela crítica! Adorei o blog. 😉

    Curtido por 1 pessoa

  2. Pingback: Orfanato da Srta. Peregrine Para crianças Peculiares – Resenha | Saga Das Músicas

Comenta ai :]

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s